Le�o Alimentos e Bebidas aprimora crit�rios de sustentabilidade e divulga resultados do bi�nio 2015-2016

O documento traz o balan�o dos principais resultados nos temas priorit�rios para a empresa: �gua, energia e clima, res�duos, bem-estar social e agricultura.

Le?o Alimentos e Bebidas
Le�o Alimentos e Bebidas - Painel solar na unidade de Fazenda Rio Grande, no Paran�

Em uma demonstra��o de transpar�ncia e compromisso com a presta��o de contas � sociedade, a�Le�o Alimentos e Bebidasdivulgou em agosto deste ano a 3� edi��o do seu Relat�rio de Sustentabilidade, relativo ao bi�nio 2015-2016. O documento traz o balan�o dos principais resultados nos temas priorit�rios para a empresa: �gua, energia e clima, res�duos, bem-estar social e agricultura.

Respons�vel pela gest�o de toda a cadeia produtiva da linha nacional de bebidas sem g�s, ch�s e energ�ticos do portf�lio da Coca-Cola no Pa�s, a�Le�o Alimentos e Bebidas�baseia toda a sua atua��o no conceito de sustentabilidade, que orienta os seus neg�cios e os relacionamentos com stakeholders.

"Mais do que produzir bebidas de qualidade, nosso maior desafio est� em fazer isto gerando mais valor nos diferentes elos da nossa cadeia produtiva, o que exige ter uma aten��o direcionada aos nossos funcion�rios, �s comunidades em nosso entorno, fornecedores, consumidores e s�cios sobre os desafios econ�micos, sociais e ambientais de nossas atividades, atentos �s demandas atuais da sociedade", explica Fabiano Rangel, Gerente Institucional e de Desenvolvimento Sustent�vel da�Le�o Alimentos e Bebidas.

Por meio das melhores pr�ticas corporativas, a empresa busca inserir e aprimorar crit�rios de sustentabilidade tanto na estrat�gia do neg�cio como na rotina de suas opera��es, desafios presentes e futuros da organiza��o.

Confira os principais destaques do 3� Relat�rio de Sustentabilidade da�Le�o Alimentos e Bebidas, que pode ser acessado na �ntegra na p�gina�www.leaoalimentosebebidas.com.br/relatorio/

Resultados

�gua

*�Aumento de 10% sobre o volume total de �gua reutilizada entre 2013 e 2016, chegando a 12,5%, o equivalente a 101.000 m3 no �ltimo ano, com o reaproveitamento em caldeiras e torres de resfriamento das instala��es industriais.

*�Redu��o no indicador de efici�ncia sobre utiliza��o de �gua por litro de bebida produzida (L/L), passando de 3,5 L/L em 2010 para 2,2 L/L em 2016, resultado sobre a m�dia total de todas as unidades da Le�o.

*�Doa��o m�dia de 100 m� por semana por caminh�o-pipa, entre novembro de 2015 a janeiro de 2016, para atender �s cidades da regi�o atingidas pelo acidente de lama no Rio Doce.

Energia e Clima

*�Engajamento da �rea de log�stica para diminui��o das emiss�es decorrentes do transporte em, aproximadamente, 1.600 tCO, desde 2014

*�Percentual de energia renov�vel passou de 32,10% em 2014 para 40,10% em 2016.

*�Avan�os na efici�ncia energ�tica das opera��es industriais, com redu��o de 7% sobre o megajoule de energia usado por litro de bebida produzida em todas as opera��es da Le�o entre 2014 e 2016.

Res�duos

*�Aumento da taxa de reciclagem dos res�duos gerados nas opera��es industriais da Le�o de 38%, em 2013, para 82% em 2016.

*�44% de redu��o sobre a gera��o total de res�duos em gramas por litro de bebida produzida entre 2013 e 2016.

*�Redu��o de 84 toneladas de utiliza��o de mat�ria-prima para embalagens em 2016, com ajustes na gramatura e tamanho.

Bem-Estar Social

*�Redu��o de 84% em ocorr�ncias de seguran�a no trabalho entre 2013 e 2016.

*�Projeto social Esta��o Sustent�vel, com foco em educa��o ambiental, impactou 487 estudantes em Linhares (ES) e Fazenda Rio Grande (PR) em 2015 e 2016.

*�+ Le�o Circuito Cidad�o realizou cerca de 5 mil atendimentos em Linhares (ES) em 2015 e 2016, oferecendo servi�os gratuitos em sa�de, educa��o, bem-estar, cidadania e lazer � comunidade.

Agricultura

*�Com o objetivo de ampliar as condi��es para "produ��o de �gua", projeto Reflorestar prev� a recupera��o de 150 hectares de �rea florestal no norte do Esp�rito Santo em at� tr�s anos, envolvendo 51 produtores envolvidos.

*�Projeto-piloto de incentivo a 40 fornecedores e monitoramento de 10 deles para acompanhamento de indicadores socioambientais em suas cadeias.

*�Fomento � cadeia ervateira: cerca de 2 mil pequenos produtores de erva-mate entregam hoje para 17 ervateiras parceiras da Le�o.

 

 

Mais informações para a imprensa

Tel: 11 5539 2344

BANSEN - redação

Bia Bansen
bia@bansen.com.br

Marilia Schumann
marilia@bansen.com.br

 

Clean Barros
clean@bansen.com.br

Marcelo Fontenele
marcelo@bansen.com.br